,

Consumir salmão na gravidez reduz o risco de asma diz estudo

Consumir salmão na gravidez reduz o risco de asma diz estudo
Deixe Seu Voto

As crianças cujas mães fizeram uma dieta rica em salmão durante a gravidez têm menos chances de desenvolver asma, em comparação com aquelas mães que não consumiram este peixe, rico em ácidos graxos ômega 3 durante a gestação, segundo revelou uma nova pesquisa realizada na Universidade de Southampton.

Consumir salmão duas vezes por semana durante a gravidez, pode reduzir o risco do bebê desenvolver asma na infância diz estudo

As mulheres que participaram do estudo fizeram consumo de salmão duas vezes por semana, a partir da semana 19 de gravidez. Foram realizados testes de alergia nas crianças aos seis meses de idade e, posteriormente, quando tinham dois ou três anos.Ao comparar os resultados com as crianças cujas mães não haviam feito uma dieta rica em salmão durante a gestação, os pesquisadores observaram que, enquanto os bebês de seis meses, não havia diferenças, os que tinham entre dois e três anos, eram menos propensos a sofrer de asma, se a mãe pertencia ao grupo das que haviam feito consumo de salmão na gravidez.

Sobre o autor Thiago Rogério

Meu nome é Thiago tenho 29 anos moro no Sul de Minas Gerais na Cidade de Itapeva-MG sou fundador e redator do blog www.saudeamesa.com.br,nossa missão e levar informações sobre saúde e bem estar para todos os brasileiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *